Abrir um bar ou restaurante pode parecer um negócio sem risco algum, afinal todos precisam comer. Porém, essa mentalidade é o que leva muitos a abrirem o negócio “no calor do momento” só para depois descobrirem na prática os motivos que levam um restaurante fechar as portas.

Existem muitos fatores a se considerar quando você abre um negócio, e nem todo mundo tem o conhecimento necessário para isso, e claro que isso não é só questão de teoria, é parte prática também.

Por esse motivo lembre-se que é crucial estar buscando conhecimento, mas de nada adianta se não existir uma aplicação prática da sua parte.

Dito isso, se você está aqui lendo esse artigo quer dizer que já está dando um passo adiante, por isso te parabenizo por estar buscando melhorar seu negócio.

E também por estar  fugindo de virar parte da estatística do Sebrae.

Quais São Os Motivos Que Levam Um Restaurante a Fechar?

Quais São Os Motivos Que Levam Um Restaurante a Fechar?

São motivos dos mais diversos que podem te colocar no índice dos 35% de restaurantes que fecharam as portas esse ano.

Um deles é o que mais afetou o mundo em 2020, que é a pandemia gerada pelo Coronavírus que, na verdade, não fechou nenhuma empresa, somente acelerou o processo.

É duro dizer isso, mas os restaurantes que quebraram nesse período somente  tiveram seus problemas agravados, aqueles que tinham uma base sólida estão ativos, mesmo que no vermelho, porém estão se recuperando gradativamente.

Por isso que neste artigo não irei tratar a pandemia como uma causa direta, e sim como um potencializador negativo.

Vamos aos motivos que podem levar seu restaurante a fechar as portas e como evitá-los.

1 – Falta De Conhecimento E Experiência Cria Gestores Ruins

Aqui está o maior agente negativo para um negócio: um gestor ruim.

O pior de tudo é que muitos não conseguem admitir esse fato, acredita que sabem tudo, por isso no final acabam terceirizando sua culpa.

O que um gestor ruim faz?

  • Desconhece os números do seu negócio.
  • Não entende logística de entrega.
  • Trata mal o cliente.
  • Não dá a devida atenção aos funcionários.
  • Se recusam a admitir seus erros.
  • Não controla o caixa nem o estoque.
  • Desconhece que é seu público.
  • Dentre outros.

Você pode perceber que a maioria dos outros motivos está ligado a esse, pois o gestor é a engrenagem principal de seu motor.

E se ele não está indo bem quer dizer que o negócio não irá para frente, e muitas vezes esse defeito acaba fazendo o seu tão sonhado negócio quebrar.

Um bom gestor sempre está em busca de melhorar até o que ele já sabe, e é por esse motivo que a cada 15 dias nós fazemos um artigo nesse blog, para você atingir o próximo nível como gestor.

2 – Não Zelar Pela Reputação Do Seu Negócio

A reputação é a opinião do público sobre uma pessoa, grupo de pessoas ou uma organização.

O maior pecado de um dono de restaurante é negligenciar esse fato.

E não é atoa que esse é um dos principais que motivos que levam um restaurante a fechar suas portas.

Para construir/melhorar a sua reputação, você depende de dois fatores cruciais que irei abordar abaixo.

a – Marketing

É um erro assumir que o marketing é um gasto, quando, na verdade, ele é um investimento que terá um grande retorno ao longo do tempo.

É através desse meio que você irá se posicionar para o seu público, muitos irão te conhecer pelo o que viram ou ouviram falar.

Por isso é importante ter um trabalho de marketing que irá fortalecer seus pontos fracos.

Alguns meios de fazer isso:

  • Através do uso de mídias sociais, sobretudo atualmente o Instagram.
  • Com anúncios pagos através de gerenciador de anúncios do Facebook.
  • Propagandas no jornal e na rádio local.
  • Parcerias de divulgação com pessoas conhecidas na sua região.
  • Google Meu Negócio.
  • Bem como o uso do marketing boca-a-boca (a melhor forma)

Essas são algumas das formas mais utilizadas pelos restaurantes que se destacam, ao fazer isso você precisa de um certo conhecimento, por isso sempre que possível tenha alguém te auxiliando no processo.

b – Atendimento

De nada adianta um marketing maravilhoso se você não está apto a atender bem o seu cliente.

Isso inclui desde o preparo na cozinha, onde você sempre deve estabelecer um controle de qualidade e agilidade, até a entrega para o cliente, seja ela na mesa ou em sua casa.

É claro que o marketing boca-a-boca está completamente ligado ao atendimento.

Pois, a partir daqui é que seu cliente vai contar para outras pessoas como ele foi tratado e também sobre sua comida.

É importante separar os processos para que você tenha um maior controle sobre onde está falhando para então melhorar.

Vou te dar dois exemplos:

Delivery

  1. Compras
  2. Estoque
  3. Atendimento
  4. Pedido
  5. Preparo
  6. Embalagem
  7. Percurso
  8. Entrega

Mesa

  1. Compras
  2. Estoque
  3. Atendimento
  4. Pedido
  5. Preparo
  6. Mesa
  7. Pós-atendimento

Com esse modelo básico fica fácil de mapear a logística e identificar os pontos em que você está errando, portanto, use-o se possível.

Os clientes Zumer Gestor recebem conteúdo exclusivo todos os meses e esse mês será sobre como treinar seus funcionários e elevar seu atendimento ao próximo nível.

3 – Não Conhecem Seu Público

Pior que não fazer marketing para o restaurante, é fazer marketing para o público errado.

Conhecer o seu público é fundamental para que você consiga fidelizar mais pessoas, além disso, ter essa noção que te permite aperfeiçoar seu cardápio e criar promoções que irão lotar seu restaurante de clientes.

Para isso você deve mapear seu público-alvo, e montar sua persona. Através desses dados você poderá tomar as ações que serão mais benéficas para o seu restaurante.

Uma forma de fazer isso é estar sempre atento aos comentários dos seus clientes.

Pois, é através deles que você irá conhecer de fato o seu cliente, e poderá fazer os ajustes necessários para agradar ainda mais o seu público.

4 – Deixam Seus funcionários “Se Virarem” Sem Nenhuma Instrução

Isso gera um efeito em cadeia, pois se um funcionário está fazendo mal seu serviço e não é corrigido, os outros irão fazer o mesmo.

Pois, é muito mais fácil fazer uma coisa de qualquer jeito do que fazer algo bem feito.

Para evitar isso é bem simples, basta prover um treinamento adequado para os seus funcionários.

No artigo exclusivo para clientes Zumer Gestor desse mês de outubro eu vou te ensinar como fazer isso da melhor maneira possível.

Claro não adianta de nada ter um funcionário bem treinado, se você não sabe liderá-los, por isso é de suma importância que você desenvolva suas habilidades de liderança.

5 – Tendências Ao Desleixo Com O Tempo

Como eu disse anteriormente, é muito mais fácil fazer algo mal feito do que de forma exemplar.

É natural do ser humano se acostumar a fazer o que é mais fácil.

Por isso é crucial que você esteja sempre avaliando você e a sua equipe, para que você não perca o foco na qualidade.

É o sonho de muitos ter um negócio no piloto automático, e fazer isso é sim totalmente possível.

Este é um processo que leva anos para ser concretizado com excelência.

E não deve ser feito de qualquer jeito, pois pode trazer inúmeras consequências negativas para o seu restaurante.

Conclusão

Ter um restaurante não é nenhum pouco fácil e traz grandes responsabilidades para o seu gestor.

Isso aliado a carga de trabalho excessiva de muitos donos de restaurante, podem te levar a cometer algum desses erros, muitas vezes por falta de conhecimento ou mesmo por preguiça.

Nesse artigo te mostrei os 5 principais motivos que levam um restaurante a fechar as portas.

A última coisa que posso te falar é: tenha sempre o total domínio do seu negócio,

Você não deve deixar nenhuma ponta solta, pois é melhor prevenir do que remediar.

Mantenha-se atento no seu negócio, e saiba sempre o que acontece dentro e fora dele, isso faz toda a diferença no seu restaurante.

Nós da Zumer estamos sempre aqui para te ajudar nessa missão!